Curso de Segurança Institucional com Contrainteligência, Gestão de Riscos e Segurança de Dignitários

Meus caros leitores, aos interessados em Inteligência e Segurança, recomendo o curso que será promovido pela INASIS em maio próximo. Seguem as informações a respeito.

Curso de Segurança Institucional com Contrainteligência, Gestão de Riscos e Segurança de Dignitários.

O curso será realizado pela Associação Internacional para Estudos de Segurança e Inteligência (INASIS).

Será ministrado em Belo Horizonte/MG, de 11 a 16 de maio/2015, com a carga horária de 60 horas-aula, por corpo docente de altíssimo nível.

O curso é de especial interesse para membros e servidores do Ministério Público, magistrados e servidores do Poder Judiciário, policiais, agentes penitenciários e, enfim, para agentes públicos envolvidos em atividades de fiscalização, investigação, inteligência, segurança, controle, auditoria, corregedoria e segurança institucional.

As inscrições podem ser feitas por meio do formulário online.

A INASIS pode ser contratada tanto por inexigilibidade de licitação quanto por dispensa de licitação, nos termos legais, bem como por particular.

O edital completo do curso, com programa, professores, datas, horários, local, valores etc. se encontra em:www.inasis.org

Private_security

Sputnik novamente no ar!

191304main_sputnik-browseNão, não é o que você está pensando, meu caro leitor! Não lançaram um novo satélite russo! Mas o que foi para o ar em novembro de 2014, tão bombástica quanto o Sputnik original, é a nova agência de notícias sovié…digo, russa! Achei a escolha do nome brilhante: Sputnik (o mesmo do primeiro satélite colocado em órbita pelos soviéticos durante a Guerra Fria)!

A Sputnik substitui a Ria Novosti (sentirei falta da Ria Novosti, que tanta participação teve aqui em Frumentarius!) e a Voz da Rússia (um clássico!) como nova agência de notícias (semioficial) a serviço do Kremlin (qual problema? Os britânicos têm a BBC! E nós a  – credo! – Agência Brasil!). É um canal interessante para conhecer a opinião do lado de lá e a maneira como os sovié…digo, russos, vêem o mundo.

NYT-10.5.57.hlargeA Rádio Sputnik é também muito interessante! Segundo eles, opera em 30 línguas e tem mais de 800 horas diárias de programação, cobrindo 130 cidades e 34 países – vou procurar o meu velho radinho de pilha para ver se consigo captá-la (quando era moleque, às vezes conseguia sintonizar A Voz da Rússia – acho que em AM – e achava o máximo!). Claro que também está disponível pela internet (o que não tem o mesmo charme, convenhamos!).

Se o conteúdo da Sputnik é confiável? Posso dizer que é divertido, e completamente fora do mainstream da mídia internacional. Estou gostando muito das matérias sobre os adversários ocidentais da Rússia e a guerra na Ucrânia. Os colunistas também são bons!

Como já fazia com a Voz da Rússia e a Ria Novosti, publicarei aqui matérias da Sputnik. Ao menos teremos uma perspectiva peculiar de um pouco de tudo…

Sputnik

Sputnik

Evento sobre Inteligência no Maranhão

Estaremos com os amigos nas terras ludovicenses nos próximos dias. Começa nesta quinta, 20/11, o I Seminário de Segurança Institucional do Poder Judicário do Maranhão, a realizar-se entre 20 e 22/11, no Auditório Madalena Serejo, do Fórum Desembargador Sarney Costa, na belíssima capital maranhense. No evento, farei uma palestra sobre Controle da Atividade de Inteligência. Haverá alguns livros nossos para quem desejar adquiri-los.

O evento contará com conferencistas renomados e profundos conhecedores do tema, com destaque para o professor Raimundo Teixeira de Araújo e para Maurício Viegas Pinto (ambos dispensam apresentações).

Seguem maiores informações sobre o Seminário.

Seminario_Intel_MA_2014

TJMA discutirá segurança em seminário sobre a atividade de inteligência no Judiciário

 13 NOV 2014

As atividades desenvolvidas pelo serviço de Inteligência e o plano de segurança institucional do Poder Judiciário do Maranhão serão discutidos por magistrados, servidores e autoridades ligados à área durante o seminário promovido pela Diretoria de Segurança com o apoio da Escola Superior da Magistratura (ESMAM), de 20 a 22 de novembro, no Fórum Desembargador Sarney Costa (no auditório Madalena Serejo). As inscrições estão abertas até o dia 17, no sistema acadêmico Tutor, na plataforma “Sentinela“, disponível no site do Tribunal de Justiça.

“O objetivo é conscientizar acerca das atividades desenvolvidas pela Inteligência, com ênfase na busca da excelência dos procedimentos já estabelecidos e visando à proteção individual e patrimonial de todos os que compõem a instituição”, explica o diretor de Segurança Institucional do TJMA, major Alexandre Magno de Souza.

Inteligência Estratégica e Atividade Jurisdicional, O Papel da Atividade de Inteligência no Poder Judiciário, Inteligência Digital e Inteligência de Sinais, são alguns dos temas que compõem o  treinamento, constituído por parte teórica (palestras e debates) e prática – com visita ao Núcleo de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA).

O seminário será ministrado por renomados profissionais e especialistas ligados à área, tais como: José Nilton Souza (delegado e gestor de Inteligência da Secretaria Adjunta de Inteligência e Assuntos Estratégicos do Maranhão), Maurício Viégas Pinto (supervisor substituto do Serviço de Inteligência do TJDFT e especialista em Inteligência Estratégica), Joanisval Gonçalves (consultor legislativo do Senado Federal, conferencista e autor de livros nas áreas de Inteligência, Segurança e Defesa, Relações Internacionais e Direito) entre outros.

Para mais informações, entrar em contato com a Esmam, pelo telefone (98) 3235-3231.

 Confira AQUI a programação completa do evento.

 Amanda Campos
Assessoria de Comunicação do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198 4370

http://www.tjma.jus.br/tj/visualiza/sessao/19/publicacao/407301

Artigo no Intelligence & National Security

É com grande satisfação que informo que artigo nosso, intitulado The Spies Who Came from the Tropics: Intelligence Services and Democracy in Brazil, foi publica no periódico Intelligence & National Security, um dos mais conceituados da área. Ali faço uma análise da atividade de inteligência no Brasil. Para adquirir o artigo ou a Revista acesse: 

http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/02684527.2014.915178#.VA70JvldWZo

Intelligence and National Security

Volume 29, Issue 4, 2014

Special Issue:   Democratisation of Intelligence

The Spies Who Came from the Tropics: Intelligence Services and Democracy in Brazil

The Spies Who Came from the Tropics: Intelligence Services and Democracy in Brazil

 DOI: 10.1080/02684527.2014.915178
Joanisval Brito Gonçalves*pages 581-599
 Published online: 10 Jul 2014
Abstract

Despite the emergence of Brazil as a global power, little is known about its security and intelligence services and the way they are seen by Brazilian society. This article analyzes the Brazilian perception of the role of its intelligence services and the relationship between the intelligence community (IC) and the decision makers. The historical background of intelligence in Brazil and a general overview of the Brazilian IC after the reestablishment of democracy are presented, as well as the general mechanisms of control and accountability of the secret services. Finally, there is consideration of some concerns on reforming the intelligence sector and its control and oversight apparatus.

Related articles –View all related articles

Atentado no Chile: vamos aqui esperar a vidraça ser quebrada?

O que aconteceu ontem no metrô de Santiago pode servir de alerta às autoridades brasileiras: o terrorismo é uma realidade, não tem a forma somente de jihadismo ou de muçulmanos de turbante atacando ocidentais (e outros muçulmanos, que é quem mais morre vítima do terrorismo) e pode acontecer em qualquer parte do planeta.

Alguns dados importantes sobre o Chile: o país se desenvolveu muito nas últimas três décadas, tem seguido com bastante êxito a via democrática e a Economia liberal e, mesmo com um governo de esquerda, os chilenos têm demonstrado grande habilidade em governar de forma conciliatória e sob uma perspectiva de Estado. Para quem não conhece Santiago, o atentado ocorreu em Las Condes, uma área relativamente nova e moderna da cidade, com muitos prédios de escritório, edifícios espelhados e empresas do setor financeiro. Outra coisa: no dia 11 de setembro próximo será o aniversário de 41 anos do golpe que derrubou Allende e o primeiro 11/09 do segundo mandato de Bachelet.

Como ensina o amigo e especialista em contraterrorismo Adriano Barbosa, Delegado de Polícia federal, um país pode ser base, alvo, ou palco de ações terroristas (às vezes os três). Há muito anos que tenho dito que o Brasil precisa se preparar mais para lidar com esse problema, tanto no que concerne ao terrorismo internacional quanto ao doméstico. Essa preparação envolve, por exemplo, investimento em inteligência, capacitação do pessoal da área de segurança, e promoção de maior integração e coordenação entre os órgãos de segurança e inteligência.

Enfim, precisa haver vontade política para tratar a questão da ameaça terrorista no Brasil. Afinal, é muito complicado esperar que a vidraça seja quebrada para fazer alguma coisa.

Minha solidariedade e apoio aos muitos amigos chilenos. Y viva Chile!

Bachelet encabeza Consejo Operativo de Seguridad tras ataque explosivo en el Metro

En la cita participan los ministros del Interior y Justicia, así como las máximas autoridades de las policías, del Ministerio Público y de la Corte Suprema. 

Emol.com, por María Cristina Romero, 09.09.2014
Bachelet encabeza Consejo Operativo de Seguridad tras ataque explosivo en el Metro

Bachelet encabeza Consejo Operativo de Seguridad tras ataque explosivo en el Metro.Foto: Álex Moreno, El Mercurio

SANTIAGO.- Desde las 08:30 horas de este martes, la Presidenta Michelle Bachelet encabeza un Consejo Operativo de Seguridad, en el Palacio de La Moneda, tras el atentado ocurrido la tarde de ayer en el Subcentro de la estación Escuela Militar, donde 14 personas resultaron con lesiones.

En la cita participan los ministros Rodrigo Peñailillo (Interior) y José Antonio Gómez (Justicia); los subsecretarios Mahmud Aleuy (Interior) y Antonio Frei (Prevención del Delito), el general director de Carabineros, Gustavo González; el director general de la PDI, Arturo Herrera, y el jefe de la Agencia Nacional de Inteligencia (ANI), Gustavo Villalobos.

Continuar lendo

INASIS – Pós-Graduação em Inteligência – 8ª Turma

intelligence_1É com imensa satisfação que informo que já estão abertas as inscrições para a 8ª Turma do Curso de Especialização em Inteligência de Estado e Inteligência de Segurança Pública, uma das mais tradicionais e respeitadas pós-graduações na área. Até a 7ª Turma provida pela Fundação Escola do Ministério Público de Minas Gerais, a partir deste ano a especialização estará sob os auspícios da Associação Internacional para Estudos de Segurança e Inteligência (INASIS).

As aulas presenciais, como de costume, serão ministradas uma vez por mês, em finais de semana, às sextas-feiras e aos sábados, em Belo Horizonte/MG. Recomendo.

Para acessar o sítio da INASIS, clique aqui. Agradecemos a divulgação.

chess pawn

8ª. Turma da Especialização em Inteligência de Estado e Inteligência de Segurança Pública

Associação Internacional para Estudos de Segurança e Inteligência / International Association for Security and Intelligence Studies (INASIS) é a responsável pela Especialização em Inteligência a partir da 8ª Turma.

As aulas serão ministradas uma vez por mês, em finais de semana, às sextas-feiras e aos sábados, em Belo Horizonte/MG.

A Especialização em Inteligência de Estado e Inteligência de Segurança tem tido, como alunos, delegados da Polícia Federal, agentes da Polícia Federal, membros dos Ministérios Públicos Federal, Estaduais e do Trabalho, oficiais de Polícias Militares, delegados de Polícias Civis, juízes federal e estadual, oficiais das Forças Armadas, auditores fiscais federais e estaduais, chefes de agências centrais de inteligência de segurança pública e fiscal, oficiais da Agência Brasileira de Inteligência, agentes de controle de Tribunais de Conta da União e Estaduais, agentes penitenciários, agentes de órgãos estatais de controle e transparênci­­a, dentre outros.

Continuar lendo

Dia do Profissional de Inteligência e INASIS

foto-lamparina-04Na data de hoje se comemora o Dia do Profissional de Inteligência. A escolha do 6 de setembro repousa no fato de que, neste dia, em 1946, foi promulgado o Decreto-Lei nº 9.775, que instituiria o Conselho de Segurança Nacional e, em sua estrutura, um órgão de inteligência (ou informações, como se dizia na época), o qual daria origem ao primeiro serviço secreto formalmente estabelecido pelo Estado brasileiro, o Serviço Federal de Informações e Contra-Informações (SFICI).

Apesar de instituído por Eurico Gaspar Dutra, o SFICI só entrou efetivamente em funcionamento a partir de 1956, quando o Presidente Juscelino Kubitschek enviou brasileiros aos EUA para treinamento nos serviços secretos daquele país. Um aspecto interessante do SFICI é o serviço começou a funcionar no auge da democracia brasileira do pós-II Guerra Mundial, em um Governo considerado um dos mais democráticos de nossa história. Importante lembrar disso para assinalar que democracia e inteligência são plenamente compatíveis e nenhuma grande democracia pode prescindir de serviços secretos.

Apesar do pouco reconhecimento nos dias de hoje, o SFICI foi um marco da atividade de inteligência no Brasil, não só em virtude da formação de uma doutrina e de práticas adotadas até hoje, mas porque dali advieram grandes brasileiros que conduziriam o País nas décadas seguintes, como o próprio General Golbery do Couto e Silva e o Presidente João Baptista de Oliveira Figueiredo. Geralmente, a importância desse órgão de vida curta é deixada a segundo plano exatamente porque ele foi sucedido pelo Serviço Nacional de Informações (SNI), que se consolidaria como uma das melhores e mais importantes agências de inteligência do Hemisfério Ocidental.

golbery1Também nesta data solene, gostaria de informar a todos os amigos e profissionais da comunidade de inteligência que foi criada recentemente a Associação Internacional para Estudos de Segurança e Inteligência (INASIS), primeira organização deste nível com sede no Brasil. Apesar de sua criação recente, a INASIS já conta entre seus associados com profissionais de segurança e inteligência de todo o Brasil e dos vários segmentos de Governo e da iniciativa privada. Dispõe, ainda, de com representações em outros países como Argentina, Chile, Canadá, Portugal, Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, conduzidas por figuras de destaque na área.

A INASIS congrega pesquisadores e profissionais da inteligência e segurança na mesma associação,  a fim de produzir resultados proveitosos para todos. É um espaço de atuação construtiva, crítica, pragmática e alternativa, integrando associados oriundos tanto de países desenvolvidos quanto de nações emergentes. Logo tratarei mais informações a respeito da INSAIS. Para acessar o site da organização e se filiar, clique aqui.

Passa da hora deste País dar o devido valor ao profissional de inteligência e à atividade por ele exercida. Passa da hora dos dirigentes desta nação entenderem que um tomador de decisão que não recorra à inteligência acabará vítima no inesperado.

A todos os profissionais de inteligência, homens e mulheres que operam no silêncio, meu fraternal abraço!