Como construir um porta-aviões

E falando em poder naval, muito interessante o artigo que segue…

Impressionante os 11 porta-aviões estadunidenses! Não é à toa que marinha dos EUA é a maior força armada do globo! Os russos têm um só! E na lista esqueceram de citar nosso glorioso São Paulo! Será que é porque não temos aviões nele?

Quando vejo uma coisa dessas, só me lembro quão vergonhoso foi a história da caravela réplica da de Cabral que não conseguimos construir para os 500 anos!

Bom, navegar é preciso, anyway…

Aircraft carrier: A mind-boggling building job

Infographic showing the block construction of the Queen Elizabeth aircraft carrier
 
By Chris Summers BBC News
 
In a shipyard in Scotland the future of the Royal Navy is slowly taking shape. But the construction of the aircraft carrier HMS Queen Elizabeth is a mammoth task.

Imagine an aircraft carrier as a 65,000-tonne jigsaw puzzle and you have got a good idea of the scale of the building of HMS Queen Elizabeth.

The pieces are being built at six shipyards around the UK and will be slotted together at Rosyth in Fife using an enormous crane which was transported by sea from China.

Around 10,000 workers across Britain are employed on the £5bn project with up to 25,000 engaged in building components for the Lockheed Martin F-35 aircraft. Continuar lendo

Compras da Marinha do Brasil

Estou fora e só conseguirei atualizar o site a contento na terça-feira, 19 de abril (dia do índio, por sinal!).

De toda maneira, segue artigo sobre compras para a Armada. Não sei realmente se vai sair essa compra, mas que a Marinha do Brasil necessita urgentemente de renovação e de mais navios, isso é fato.

Claro que há aqueles que acham que não carecemos de nada disso. Afinal, são só 4 milhões de quilômetros quadrados de águas jurisdicionais, né!?

Saindo o negócio, será uma concorrência bastante acirrada neste período de vagas magras em âmbito internacional. Briga de foice no escuro…

14 de abril de 2011, às 08h22min, VALOR ECONÔMICO
 

Seis países disputam concorrência da Marinha para construção de 11 navios

A Marinha do Brasil negocia com seis países – Alemanha, Coreia do Sul, Espanha, França, Itália e Inglaterra – a construção de um conjunto de 11 navios cujo custo total pode alcançar € 3,1 bilhões Continuar lendo