EUA destinam US$ 671 bilhões para as Forças Armadas

Notícia do www.inforel.org. Enquanto isso, em um grande país do Hemisfério Sul, cortes de gastos atingem diretamente o orçamento da Defesa…

EUA destina US$ 671 bilhões para as Forças Armadas

15/02/2011 – 11h19

 Nesta segunda-feira, o presidente norte-americano Barack Obama, enviou ao Congresso dos Estados Unidos, o Orçamento para 2012 que pretende reduzir o déficit do país em US$ 1,1 bilhão em dez anos.

Obama qualificou os cortes promovidos em praticamente todas as áreas como doloroso, mas necessários e revelou que os gastos do governo representam dois terços da economia que se pretende alcançar. Continuar lendo

Amigo dos amigos

Tunísia, Egito, Iêmen, Barein, Argélia… E protestos também se intensificam no Irã dos aiatolás e na Líbia de Kadafi… Nunca antes na história desse mundo tantos regimes autoritários nos países islâmicos se viram ameaçados pela força das ruas… Imagino que se acontecer com Muammar Kadafi o que aconteceu com Mubarak, um certo ex-presidente da República por estes lados e bom amigo de ditadores como o líbio, Chávez, Fidel ou Mugabe ficará incomodado… Afinal, são todos bons companheiros, não é?

Dize-me com quem andas...

O Levante

Estou, efetivamente, surpreso com o que está acontecendo no mundo islâmico… As manifestações por democracia, iniciadas nos países árabes chegaram ao Irã fundamentalista… E agora, no Norte da África, parece ser a vez de Kadafi… É incrível como o regime autoritário e antiocidental da Líbia (em que pese a distensão dos últimos anos) se veja afrontado por manifestações legitimamente democráticas! Parece um anseio que vem realmente de dentro, das ruas, da população do país! É endógeno, tudo leva a crer!

O levante por reformas (não gosto do termo onda revolucionária) é algo sem precedentes nessa parte do mundo! Será que a democracia realmente chegará aos mundos árabe e islâmico? Ou, sendo mais pessimista, é só uma mudança de cadeiras? Continuar lendo