O Fogo e o Barril de Pólvora

 Artigo nosso publicado no Inforel:

Brasilia-DF, 10 de Fevereiro de 2011 – 10h04

Opinião

O Fogo e o Barril de Pólvora

10/02/2011 – 09h44

Joanisval Brito Gonçalves

“É permitida a reprodução total ou parcial, desde que citada a fonte”

Fonte: www.inforel.org

Exatamente duas décadas após a queda dos regimes autoritários do Leste Europeu (iniciada em 1989) e da desintegração da União Soviética (1991), os governos de países islâmicos da África do Norte e do Oriente Médio entram em crise.

Assim como aconteceu nos Estados socialistas, mudanças são reclamadas pelas multidões, em clara demonstração do poder popular.

 E também do mesmo modo como aconteceu há vinte anos com seus colegas do Politiburo, os líderes do mundo muçulmano parecem não saber como tratar com essa coisa estranha que é o clamor popular. 

Os ventos de mudanças que começaram a soprar do Ocidente do Mundo Árabe, a partir da Tunísia, e foram até o distante Iêmen, convergiram para a principal potência árabe da região, o Egito.

Hosni Mubarak, que preside o país desde a morte de Anuar Saddat, em 1981, é pressionado a deixar o poder e, à media que perde o apoio de aliados domésticos e internacionais, também vê esvaindo-se o controle da situação. As próximas semanas prometem.  Continuar lendo