F-X2 e Gripen-NG

GripenNG__02Segue um material tremendamente interessante, indicado pelo meu grande amigo, Eugênio Diniz, um dos maiores especialistas brasileiros em estudos estratégicos e conhecedor profundo de Defesa. Traz muitos esclarecimentos tanto sobre o Gripen-NG quanto sobre o Projeto F-X2. Recomendo!

F-X2: Brazil Picks Saab’s JAS-39 Gripen-NG over Rafale, Super Hornet

Dec 19, 2013 20:18 UTC by Defense Industry Daily staff
Latest update [?]
http://www.defenseindustrydaily.com/brazil-embarking-upon-f-x2-fighter-program-04179/?utm_medium=textlink&utm_term=continuereading
Dec 18/13: Tack sa mycket, Herr Snowden! Earlier press reports that the competition was stalled for another 2 years are proven wrong by a somewhat unexpected announcement by the Ministerio da Defesa that Brazil has picked Saab’s Gripen-NG as their preferred bidder, and expects to buy 36 planes for $4.5 billion. That’s currently just an estimate, as negotiations need to sort… {click to expand +}
 

As Brazil started boosting its defense budgets in past years, its Navy and Army received funds to replace broken-down equipment, while new fighters will be a critical centerpiece of the Forca Aerea Brasileira’s efforts.

Boeing’s F/A-18 E/F Super Hornet, France’s Dassault’s RafaleSaab’s JAS-39 Gripen NG were picked as finalists. But after repeated stalling, for years the question was whether Brazil would actually place an order, or fold up the competition like the ill-fated 2011 F-X process. At the end of 2013 Brazil unexpectedly picked the Swedish offer, though offsets, price, and lack of diplomatic baggage, all can explain the decision.

 F-X2: The Competition

Rafale-M Launch CVN-65

Dassault Rafale:
Takeoff at last?
(click to view full)

The 36+ aircraft under consideration for F-X2 were mostly the same set of 4+ generation fighters that were considered for the canceled F-X competition: Boeing’s F/A-18 E/F Super HornetDassault’s RafaleEADS’ Eurofighter, Lockheed Martin’s F-16 Block 60,Saab’s JAS-39 Gripen NG, and Sukhoi’s SU-35. Continuar lendo

Conversando sobre Defesa…

amorim-hg-20090929Entrevista de Sua Excelência o Senhor Ministro de Estado da Defesa, Celso Amorim, à Folha de São Paulo. Para um Ministro da Defesa, Amorim é um ótimo diplomata. Sem maiores comentários…

Folha de São Paulo – 21/06/2013 – 03h00

País precisa investir em defesa cibernética, diz Amorim

ELEONORA DE LUCENA
DE SÃO PAULO

A descoberta de um sistema de megaespionagem nos EUA preocupa o Brasil e é preciso investir em “defesa cibernética”. Quem faz o alerta é o ministro da Defesa Celso Amorim. Ele próprio desconfia que pode ter sido alvo de escutas telefônicas no passado.

O ministro advoga o desenvolvimento de um pensamento de defesa para a região, que priorize os recursos naturais. “O Brasil é um país muito rico, tem muitas reservas naturais. E esses recursos naturais podem ser objeto de cobiça”, afirma. Para ele, é necessário criar uma base industrial de defesa comum na América do Sul.

Nesta entrevista, concedida em São Paulo, Amorim, 71, trata da Comissão da Verdade e comenta as manifestações pelo país, que, na sua visão, refletem o distanciamento entre as estruturas de governo e a população. Continuar lendo

A Índia e os Rafale

Meus queridos leitores,

Tentando  retomar o ritmo, seguem três matérias interessantes da REUTERS sobre a aquisição dos Rafale pelos indianos. Reproduzo o comentário do amigo diplomata que mandou a matéria: “em dezembro, o Japão decidiu adquirir 42 caças F-35 de fabricação norte-americana. A venda para a Índia dos 126  Rafales deverá ser a primeira exportação deste modelo da francesa Dassault. Como pode ser visto nas matérias da REUTERS,  o acordo de venda ainda não está finalizado.”

Pois é… se não conseguir vender para a Índia, a Dassault estará com sérios problemas… E nós aqui, como ficamos?

French Rafale jet beats Eurofighter in $10bn India deal – Dassault will now enter exclusive talks to finalise the deal

 French firm Dassault has emerged as the lowest bidder in a $10bn contract to supplyIndiawith fighter jets.

 Dassault Aviation will now enter final negotiations before any deal is signed for supplyingIndiawith 126 Rafale aircraft. Continuar lendo