Israel, Palestina e a UNESCO

Mais uma vez, uma decisão de uma Organização Internacional contribui para o acirramento dos ânimos no relacionamento entre israelenses e palestinos. A UNESCO tenta “forçar” Israel a tomar decisões delicadas e que podem comprometer interesses nacionais do Estado judeu. Isso só serve para estimular a animosidade para com os palestinos. Não é assim que se faz política internacional.

É de se esperar que Tel Aviv endureça ainda mais na questão palestina (poderia ser diferente?). Mas os diplomatas e burocratas de Paris não estão nem um pouco preocupados com isso… Quem perde com esse reconhecimento expresso da Palestina pela UNESCO são os próprios palestinos e o processo de paz na região…

Israel to speed up settlement building in West Bank

 
Reuters, 01NOV2011 – 4:51pm EDT

By Ari Rabinovitch

JERUSALEM (Reuters) – Israel decided Tuesday to accelerate Jewish settlement building and withhold Palestinian Authority funds, moves likely to further hold up international efforts to revive peace talks. Continuar lendo

A matemática no conflito palestino-israelense

A matemática do conflito entre Israel e Palestina: 1 israelense = 1000 palestinos. Mais um marco simbólico dessa nova guerra dos cem anos…

Folha.com – 18/10/201115h07

Horas após libertação, Gilad Shalit chega ao seu povoado natal

DA EFE, EM JERUSALÉM
DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS

O soldado israelense Gilad Shalit — colocado hoje em liberdade pelo Hamas perto da fronteira entre Egito e Israel– chegou ao seu povoado natal, Mitzpe Hilah, no norte de Israel, onde foi recebido por centenas de pessoas. Continuar lendo