Noruega: o que temos a aprender com isso?

De volta a Brasília.

Artigo nosso publicado no Correio Braziliense de hoje, 25/07/2011. E mais algumas fotos que fiz da cidade no dia seguinte ao atentado…

O que temos a aprender com isso

Joanisval Gonçalves – Correio Braziliense – 25JUN2011

No dia 22 de julho de 2011, a Noruega parou. No centro de Oslo, a capital do país nórdico, um gigantesca explosão. Fumaça. Vidros quebrados. Gritos. Pessoas correndo desesperadas sem ter aonde ir. Sangue. Lágrimas. O impacto foi sentido a centenas de metros. Prédios tremeram e o barulho foi ouvido a mais de um quilômetro do local da explosão. E, pela primeira vez em sua história, a Noruega sofria um ataque terrorista. Continuar lendo

Unabomber nórdico???

Sinceramente, tenho minhas dúvidas se um único sujeito poderia causar um estrago tão grande, atuando em dois pontos distintos e distantes. De toda maneira, se foi realmente um extremista de direita, cabe o aprendizado de que a ameaça pode estar onde menos se espera. Lembro que terrorismo não tem rosto. Muitas vezes, enquanto se procura embaixo de um turbante ou atrás de um véu, a face do terror pode estar naquele branco caucasiano cristão insuspeito…

Mais algumas fotos minhas tiradas hoje (como a primeira deste post) e a matéria sobre o suspeito de perpetrar os atentados…

Continuar lendo

The day after…

São 14h30 agora em Oslo. A cidade volta à normalidade. O perímetro de segurança foi reduzido. E muitas ruas do centro reabertas (inclusive a minha). A explosão foi a uns cem metros do meu hotel. Logo na esquina, uma loja de roupas teve todos os seus vidros quebrados. O mesmo aconteceu com outras lojas na região.

Saí para fazer um reconhecimento. Tirei algumas fotos. Não foi possível chegar ao epicentro do atentado, mas estive perto. Muitas lojas, restaurantes e bares continuam fechados. Os pontos turísticos idem.

Claro que estão todos em estado de alerta. Muitos policiais fortemente armados e militares nas ruas. Hoje há realmente muitos militares guardando o centro de Oslo, não só os prédios públicos.

Começam as homenagens aos mais de 90 mortos. Minha solidariedade ao povo da Noruega.

Seguem mais fotos que tirei da cidade…

Continuar lendo