Mansões da Alma

Pode ser que alguns dos meus 16 (dezesseis) leitores estranhem, mas neste Dia do Livro quero indicar uma obra que me foi muito marcante, estando entre aquelas que verdadeiramente fizeram diferença em minha vida: Mansões da Alma – A Concepção Cósmica, de Harvey Spencer Lewis (Curitiba: Ordem Rosacruz, AMORC, 9ª edição em Língua Portuguesa, 2005). E esse estranhamento talvez se deva ao fato de não se tratar de um livro sobre Política ou Guerra, tampouco sobre acontecimentos históricos ou biografias. Mansões da Alma é uma obra mística.

mansoes-da-alma.jpegNesse clássico da literatura rosacruz, escrito na década de 1930, Spencer Lewis (grande místico do século XX, que restabeleceu a Ordem Rosacruz nas Américas) escreve sobre reencarnação e acerca dos princípios que regem a passagem da alma pela Terra. São dezenove capítulos que compreendem assuntos distintos, como o que motiva a encarnação neste planeta, a sobrevivência da personalidade após a transição (que é como os rosacruzes chamam a morte terrena), carma e evolução pessoal, almas de animais e do “natimorto”, recordações de outras vidas. O autor discorre ainda sobre a reencarnação sob a perspectiva de grandes religiões, inclusive do Cristianismo.

Uma vez que a Ordem Rosacruz não é uma religião, mas uma escola de aperfeiçoamento moral, Mansões da Alma pode trazer esclarecimentos para pessoas de distintos credos e concepções filosóficas. É, de fato, a percepção rosacruz sobre o fenômeno, contada de forma clara e objetiva – Spencer Lewis tinha um grande talento para explicar coisas difíceis de maneira simples.

Nesta semana que começou com a triste notícia da transição de um amigo, o Cel Gilmar, deixo a recomendação de Mansões da Alma, com o sincero desejo de que alcance os corações de alguns dos meus leitores e traga respostas a suas dúvidas.

E para quem quiser adquirir o livro, acesse o site da Ordem Rosacruz, AMORC, clicando aqui. Há outras obras também muito interessantes na Biblioteca Rosacruz.

 

 

O Encoberto

Apenas para registrar meu apreço pela obra de Fernando Pessoa, FRC. E, naturalmente, minhas saudações a todos os frateres e sorores de nossa Amada Ordem!

Per benedictionem Rosae Crucis… Non NobisDomine, Non Nobis, Sed Nomini Tuo Da Gloriam.

O Encoberto

(Fernado Pessoa)

Que símbolo fecundo
Vem na aurora ansiosa?
Na Cruz Morta do Mundo
A Vida, que é a Rosa.

Que símbolo divino
Traz o dia já visto?
Na Cruz, que é o Destino,
A Rosa que é o Cristo.

Que símbolo final
Mostra o sol já desperto?
Na Cruz morta e fatal
A Rosa do Encoberto.

Rosacruz, meio ambiente, ethos e sociedade

Na próxima semana, o Presidente Mundial, também chamado de Imperator, da Ordem Rosacruz, AMORC, estará no Brasil. Em Brasília, falará na reunião da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado na quinta-feira, 26/04, pela manhã, após uma audiência pública com o Ministro da Defesa. O tema da exposição de Bernard no Senado será meio ambiente e a agenda da Rio +20. Será transmitido pela TV Senado e pela Rádio Senado, mas quem quiser acompanhar pessoalmente só precisa aparecer por lá.

Outro evento importante com Cristian Bernard em Brasília será uma conferência na Escola Superior de Advocacia (ESA-DF), no edifício-sede da OAB-DF, terça-feira, 24/04, às 19:00h. A inscrição é gratuita e pode ser feita pelo site http://www.oabdf.org.br/eventos/457/161876/EthosESociedade/ ou no próprio local (716 Norte).

Para a programação completa da visita do Imperator ao Brasil, clique aqui.

Segue a divulgação da palestra na OAB-DF.`

Ad Rosam per Crucem Ad Crucem per Rosam.