Vladimir Putin: fortalecendo a Defesa

Palavras do Primeiro-Ministro (e provavelmente futuro Presidente) da Federação da Rússia sobre o, desculpem o trocadilho, fortalecimento da Defesa daquele país. Gostei muito da observação de que we should not tempt anyone by allowing ourselves to be weak e do outro comentário segundo o qual we will not be able to strengthen our international position or develop our economy or our democratic institutions if we are unable to protect Russia.

Recomendo a leitura e releitura, pois trata-se de verdadeira síntese de uma Estratégia de Defesa Nacional da Rússia. Ademais, as observações poderiam se adequar perfeitamente à realidade brasileira. De fato, se substituíssemos Rússia por Brasil no texto, as palavras de Putin seriam apropriadas para nós de Pindorama.

Incomoda-me muito por aqui o descaso para com a Defesa e a Segurança Nacional. Gastamos milhões com circo, e outros tantos com a publicidade disso. Fora o que se perde com a corrupção e o desperdício. E, no campo da Defesa, somos o único anão militar entre os BRIC. Será que permaneceremos assim até que algo ruim aconteça?

Não se está aqui a fazer qualquer discurso belicista. O que  desejo é ver meu país respeitado também como potência militar, com capacidade plena de defender seus interesses.  Lembro, para concluir, das palavras do Barão do Rio Branco: “Não se pode ser pacífico sem ser forte”.

Being Strong – Why Russia needs to rebuild its military.

BY VLADIMIR PUTIN
Foreign Policy –  FEBRUARY 21, 2012
http://www.foreignpolicy.com/articles/2012/02/21/being_strong?print=yes&hidecomments=yes&page=full

In a world of upheaval there is always the temptation to resolve one’s problems at another’s expense, through pressure and force.

It is no surprise that some are calling for resources of global significance to be freed from the exclusive sovereignty of a single nation. This cannot happen to Russia, not even hypothetically. Continuar lendo