Tags

, , , ,

Essa quem me mandou foi Rafael Rol. Pois é, diante do eventual lançamento, por parte do regime de Piong Yang, de um míssel que pode alcançar o arquipélago japonês, Tóquio coloca em alerta seus sistemas de defesa.

Interessante observar que, apesar de constitucinalmente limitadas à defesa interna, as chamadas Forças de Auto-Defesa do Japão compreendem a terceira armada do Pacífico. Ademais, o Japão tem o que os antigos geopolíticos chamariam de significativo Poder Latente, ou seja, condições de se mobilizar para desenvolver rapidamente seus mecanismos de defesa, e se tornar, em pouco tempo, uma grande potência militar – claro que ninguém quer isso, muito menos as autoridades nipônicas…

É certo que Bob Filho pensaria duas vezes antes de provocar o Japão. Sabe que um ataque ao arquipélago ou à Coréia do Sul geraria reação de toda a comunidade internacional, aí incluídos os EUA e o principal aliado dos norte-coreanos, a China. O problema é que a razão não costuma ser algo muito afeto aos ditadores…

O teste com um míssel como o previsto para as próximas semanas é mais uma demonstração de força, e não necessariamente para Tóquio. Afinal, um vetor que consegue alcançar o arquipélago japonês chega facilmente a Seul, e pode transportar ogivas nucleares. Os norte-coreanos já tratam de mísseis de médio e longo alcance [e até de balísticos intercontinentais (ok, realidade não tão próxima)]. De toda maneira, convém ficar de olho em Bob Filho e sua turma…

 Segue uma tabelinha comparando os dois países… 

 


Japan

North Korea
CURRENT GFP RANK

9

 

22

 
 
 
 
Total Population
126,475,664
24,457,492
Military Manpower Available
53,608,446
12,933,972
Fit for Military Service
43,930,753
10,066,704
Reaching Military Age Yearly
1,214,618
412,290
Active Military Personnel
239,430
1,106,000
Active Military Reserves
57,899
8,200,000
Total Aircraft
1,953
1,650
Total Land-Based Weapons
5,220
20,692
Total Naval Units
110
708
Towed Artillery
480
1,500
Merchant Marine Strength
673
158
Major Ports and Terminals
10
8
Aircraft Carriers
0
0
Destroyers
10
0
Frigates
36
3
Submarines
16
58
Patrol Coastal Craft
6
471
Mine Warfare Craft
29
23
Amphibious Operations Craft
25
273
Defense Budget / Expenditure
$70,495,000,000
$5,000,000,000
Foreign Reserves
$1,096,000,000,000
$0
Purchasing Power
$4,310,000,000,000
$40,000,000,000
Oil Production
132,700 bbl
118 bbl
Oil Consumption
4,363,000 bbl
16,000 bbl
Proven Oil Reserves
44,120,000 bbl
0 bbl
Total Labor Force
65,700,000
12,200,000
Roadway Coverage
1,203,777 km
25,554 km
Railway Coverage
26,435 km
5,242 km
Waterway Coverage
1,770 km
2,250 km
Coastline Coverage
29,751 km
2,495 km
Major Serviceable Airports
176
79
Square Land Area
377,915 km
120,538 km

  

Folha.com – 09/04/201207h44

Japão prepara mísseis ante lançamento de foguete norte-coreano

DA EFE, EM TÓQUIO

O Japão ativou um sistema antimísseis no centro de Tóquio a fim de interceptar o foguete que a Coreia do Norte deve lançar nos próximos dias caso sua trajetória represente um risco para a capital, informou nesta segunda-feira à Agência Efe o Ministério da Defesa japonês.

Duas unidades dotadas de sistemas de mísseis terra-ar Patriot Advanced Capability-3 (PAC-3) foram posicionadas nas instalações esportivas do Ministério da Defesa, que se encontra rodeado de casas e escritórios, como parte do plano de contingência japonês perante o lançamento do satélite de observação norte-coreano.

O perímetro no qual se encontram os mísseis, onde habitualmente soldados e funcionários do ministério realizam atividades esportivas, está protegido por membros do Exército e rodeado por uma cerca de arame farpado, segundo a Efe comprovou no local.

Um sistema similar também foi instalado nos arredores de Tóquio nas bases militares de Asaka e Narashino, nos municípios de Saitama e Chiba, respectivamente, assim como em diversas ilhas de Okinawa, sobre as quais deve voar o projétil norte-coreano, detalhou um porta-voz de Defesa.

O forte desdobramento japonês acontece em um momento de tensão na região depois que Pyongyang anunciou sua intenção de pôr em órbita um satélite de observação terrestre mediante um foguete de longo alcance entre os dias 12 e 16 de abril.

ESTADO DE ALERTA

O Japão, que ativou o estado de alerta desde a noite da última quarta-feira, anunciou que derrubará o satélite norte-coreano caso ele modifique sua trajetória prevista e ameace cair em território japonês.

Além disso, nas águas de Okinawa e do Mar do Japão também foram posicionados três destróieres japoneses e um americano, que contam com um sistema de intercepção antiaérea Aegis, com mísseis SM3 e radares de alta precisão.

  Pedro Ugarte/France Presse  
Militares norte-coreanos vigiam base de lançamento de foguete, em Togchang-ri, no noroeste do país
Militares norte-coreanos vigiam base de lançamento de foguete, em Togchang-ri, no noroeste do país

O Japão anunciou ainda a mobilização de cerca de 800 soldados e caças F15 para oferecer cobertura à defesa marítima caso seja necessário.

Vários países, entre eles Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos, criticaram duramente o lançamento norte-coreano por considerar que é um teste encoberto de um míssil de longo alcance, embora Pyongyang sustente que tem fins científicos.

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/1073304-japao-prepara-misseis-ante-lancamento-de-foguete-norte-coreano.shtml


Anúncios