Tags

, , , , , , , , ,

article-2531159-1A5767C300000578-22_634x415E já que se falou no frio do Ártico, segue comentário de Rodrigo Constantino sobre a situação dos cientistas na Antártica que ficaram presos no gelo quando iam estudar os efeitos do aquecimento global na região… E tudo isso aconteceu durante o verão antártico! Os pesquisadores passam bem (a não ser talvez por algum dano ao ego).

Não sou conhecedor dessas questões de aquecimento global. A única coisa que sei é que não há consenso a respeito. Já vi estudos, inclusive, que contestam que a temperatura do planeta estaria aumentando fora dos padrões naturais. Sinceramente, não sei… Mas que tem muita gente na Sibéria e no Canadá feliz com as novas fronteiras que poderão surgir para a agricultura com o tal do aquecimento global, ah isso tem!

02/01/2014 – Veja –Ciência e Tecnologia

Cientistas tentam provar aquecimento global e acabam presos na geleira do Antártico

Nada como a ironia do destino, ou como os duros fatos da realidade para derrubar, na prática, as teorias. Um time liderado pelo cientista Chris Turney estava tentando documentar as “mudanças climáticas” no Antártico, na expectativa de mostrar o derretimento das geleiras. Essa era sua previsão documentada em entrevistas.

Seu navio, MV Akademik Schokalskiyacabou preso nas geleiras do polo, com espessura bem maior do que a esperada. Tiveram que pedir resgate às 5 horas da madrugada do dia de Natal, após ficarem presos no gelo. O navio Aurora Australis, para a retaguarda do grupo, tampouco conseguiu atravessar a barreira de gelo.

Eis o resumo da história: cientistas partem para o Antártico em busca de evidências do derretimento de geleiras e acabam sendo forçados a abandonar a expedição… pois ficaram presos em enormes geleiras! Algo incomum nessa época do ano.

Por essas e outras que eu digo: não seria melhor se os ambientalistas deixassem o complexo fenômeno climático um pouco de lado e tentassem cuidar da poluição das praias, algo bem mais concreto, especialmente nas viradas de ano?

Anúncios