Tags

, , , , , , ,

Renova-se o acordo de cooperação em segurança entre Polônia e Geórgia… “Qual importância disso?”, perguntaria um dos meus 16 leitores mais desavisado… É aí que eu lembro que Geórgia e Polônia têm muito em comum em relação ao grande vizinho, a Rússia! Afinal, os dois países já estiveram sob ocupação russo-soviética, tendo mesmo sido parte daquele império, passaram por processos de emancipação, entraram em guerra com os russos e já tiveram parte de seu território tomado por Moscou. Ambos percebem o Urso, portanto, como ameaça – poderia ser diferente?

Acrescente-se mais dois elementos ao caso: enquanto a Geórgia é a maior resistência aos interesses de Moscou no Cáucaso, tendo-se envolvido em uma guerra recente contra os russos, a Polônia vê os eslavos do leste com tremenda desconfiança e, destaque-se, é membro da OTAN (ou seja, uma agressão à Polônia é uma agressão à Aliança Atlântica). Varsóvia está, portanto, sob o guarda-chuva de Bruxelas. Tibilisi já solicitou o ingresso na OTAn e conta com apoio explícito dos EUA (era mais na época do Bush…).

Assim, sempre há o risco da cooperação entre Polônia e Geórgia incomodar o Urso… E o Urso reaje mordendo… O problema é que se morder a águia polonesa, pode ferir outras águias…

Em tempo: só para lembrar, o fundador da Tcheka (a primeira polícia secreta da URSS, antecessora do KGB), Dzerjinsky, era polonês… E a Geórgia brindou a Rússia soviética com seu filho mais ilustre: um certo Josef Stálin…

Georgia, Poland Sign New Security Cooperation Deal

04:21 27/04/2012

Georgia and Poland have renewed bilateral cooperation plan in the field of security, which takes into account new global and regional threats and challenges.

The previous cooperation agreement expired at the end of 2011.

The new document was signed on Thursday in Tbilisi by Secretary of Georgia’s National Security Council Giorgi Bokeria and Chief of Poland’s National Security Bureau Stanislaw Koziej.

The plan outlines Georgian-Polish bilateral cooperation in the field of security with the focus on the exchange of data and experience. Joint events and drills are included in the plan.

After the signing, Koziej praised Georgian involvement in the NATO and EU missions around the world and reiterated Poland’s support of Georgia’s aspirations to join the alliance.

Georgia has been negotiating NATO membership since 2006, when it signed the Intensified Dialogue on Membership Issues.

In April 2008 at the Bucharest NATO summit, Georgia and Ukraine were given a green light for NATO accession on condition that they carry out military and political reforms.

Georgia was named a NATO aspirant country in a document issued by the alliance last December in Brussels.

Russia, which won a brief war with Georgia over South Ossetia in August 2008, has strongly opposed Tbilisi’s NATO bid as Moscow fears the alliance’s expansion closer to the Russian borders and the strengthening of Georgia’s military potential.

 

 

 
© 2010 RIA Novosti
Anúncios