Tags

, ,

Meus queridos 9 (nove) leitores – que atualmente devem ser 5 (cinco),

Depois de quase três meses de inatividade neste ambiente virtual, Frumentarius retorna ao WWW!

Sei que muitos nem perceberam que estávamos inativos, mas para os dois ou três que sentiram nossa falta, registro que pretendemos voltar a publicar aqui, ainda que com uma periodicidade, a princípio, semanal (claro que haverá ocasiões em que publicarei por dois ou três dias seguidos, pois as únicas regras que sigo neste meu cantinho virtual são as minhas próprias – e aquelas estabelecidas pela moral e pelos bons costumes!). Tentarei, nas próximas semanas, alterar a aparência da página para algo mais palatável aos de gosto refinado (até parece que consigo fazer isso!). O estilo dos textos, entretanto, permanece o mesmo (quem não gostar, que vá buscar outra freguesia).

De toda maneira, continuo contando com a colaboração dos meus fiéis leitores, com suas críticas, sugestões e temas para nossa página! Espero que se agradem de nossas reflexões sobre um pouco de tudo!

Nesse sentido, antecipo que o mundo está um prato cheio para nossas análises: conflitos no Oriente Médio (com o famigerado Estado Islâmico e seu saco de maldades, a guerra civil na Síria – Assad continua lá, e isso é bom -, e o terrorismo matando muçulmanos aos montes), a crise européia (com a Grécia querendo engrossar um pescoço que não tem, e chantagear quem lhe emprestou dinheiro – isso sem nem ter conseguido terminar aquelas obras na Acrópole, paradas há alguns séculos), Obama encerrando seu mandato com medidas históricas (como a aproximação com Cuba e as negociações com o regime dos Aiatolás), e Putin sendo, bem, Putin (gosto de Putin; Putin é KGB)!

Muitos temas científicos em destaque, entre os quais a descoberta do novo planeta gêmeo da terra (com a vantagem de que eles não parecem ter certas pessoas que nos assombram por aqui) e passos importantes no campo da medicina (a possibilidade de cura em breve para o Alzheimer e a AIDS, por exemplo)…

Infelizmente, na esfera doméstica, as notícias são as piores: crise econômica e política, risco de rebaixamento do grau de investimento, bolsa despencando e dólar subindo (ai meu D’us!), desemprego, inflação, desgoverno… A causa disso tudo? Anos de corrupção, arrogância e incompetência, somados a uma população apática e pouco afeita a se insurgir contra aqueles que querem se locupletar às custas desta nação tão rica e, ainda, à inexistência de uma classe política que represente (como deveria fazê-lo) os milhões de insatisfeitos com a situação nefasta em que nos encontramos… Minhas esperanças neste País, lamentavelmente, seguem minguando…

Se o Brasil continuar existindo nos próximos meses (e estou falando sério), farei ainda  minhas observações sobre inteligência, monarquia, história, guerras, efemérides, assuntos pitorescos e um pouco de tudo… Conto com meus fiéis leitores para comentar, criticar, sugerir e divulgar nossas reflexões! E vamos avante! Que D’us nos ajude!

480

Anúncios