Tags

, , , ,

8 de março é uma data por mim sempre lembrada. Afinal, é o Dia Internacional da Mulher, momento de saudar o resultado mais perfeito da criação divina. Mulheres, vocês estão presentes em nossa vida desde antes do nascimento e viver sem vocês não faz sentido. Parabéns pela data simbólica, porque o dia da mulher deve ser cada um dos 365 do ano!

A outra razão que torna o 8 de março inesquecível para mim, também tem a ver com uma mulher. Nesta data, há exatos 15 anos, deixava este plano (ou passava pela transição, como dizemos os rosacruzes) uma grande mulher, uma grande amiga, irmã, conselheira. Vitimada pela leucemia, essa irmã lutou com todas as suas forças até o fim.

De fato, luta, garra, fibra, obstinação sempre foram palavras associadas a essa querida amiga. Mulher inteligente e batalhadora, que sorria nos momentos de dor, e dava força a quem necessitava, mesmo quanto ela mesma é quem mais precisava, foi responsável por brindar o mundo com uma filha linda, uma criança muito especial, a quem criou sozinha. Incutiu a essa menina valores, e os onze anos em que conviveram neste plano foram tão marcantes que hoje essa menina se tornou uma grande mulher, e nela se podem ver os traços da mãe, física, mental, espiritualmente e, sobretudo, de caráter. Certamente, onde ela estiver (e está em um bom lugar, tenho certeza), tem a certeza de que cumpriu sua missão nesta vida, e com louvor: sua filha é hoje uma joia muito preciosa e que encanta todos a sua volta! Tenho muito orgulho dessa menina, dessa mulher, que considero minha irmã mais nova!

Um dia a história dessa amiga será contada. E será contada, como faziam os antigos, para que todos saibam que há pessoas boas, pessoas nobres, pessoas fortes e obstinadas, com histórias de vida incríveis, e que essas pessoas estão entre nós, convivendo conosco. E servirá de exemplo. Um dia essa história será contada, talvez até por mim. Hoje porém, meu dia será de lembrança e oração. Que a Sagrada Luz que nunca se extingue nos ilumine sempre!

rosas

Anúncios